Quer estar em dia com meus textos e vídeos, saber antes dos workshops e receber descontinhos exclusivos?

Dúvidas? Fale comigo no bruna@brufioreti.com.br e me acompanhe pelas redes sociais.

  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Aprenda a se aperfeiçoar como um alto executivo com dicas práticas de coaching!

March 25, 2018

O que os grandes executivos têm que você não tem? Planejamento de aprendizagem contínua, eu diria, pra começo de conversa.

 

E digo isso muito baseada nos meus estudos e na minha experiência em Executive coaching, o processo de coaching voltado a executivos, empreendedores e CEOs. Esses caras têm equipes competentes ao seu redor, claro, mas têm também um planejamento para que tudo funcione como precisa funcionar: da sua agenda pessoal até as metas da empresa e o desenvolvimento das habilidades para se manterem relevantes no mercado.

 

É um aprendizado constante, planejado, pensado, focado no que é preciso

 

Não, eles também não têm tempo de ler jornal, de saber de absolutamente tudo o que está acontecendo. Mas isso não pode ser desculpa, certo? 

 

Você está captando - nem para eles nem pra você! 

 

Boa parte dessa "organização mental" voltada à performance vem justamente do processo de coaching, o cara -- Bruna Fioreti, a seu dispor! -- que fica ali monitorando, cobrando e apoiando no que é preciso para não esmorecer.

 

 

 

A sacada está no que chamamos de "preparo cognitivo" -- assim como é preciso ter preparo físico para as atividades do dia a dia, convém estar preparado cognitivamente para resolver problemas, tomar decisões, analisar cenários e assim por diante. É sobre fazer escolhas no estilo de vida e nas atitudes que te levem à máxima performance também na mente.

Isso é treino. 

Acontece que, fora dos altos níveis executivos, a lógica é a mesma: manter-se em constante aprendizado é essencial: por meio dele é que você pode se destacar entre seus pares, ampliar sua capacidade criativa e antever problemas no trabalho. 

 

O que fazer na prática?

 

Aqui vai uma lista de ideias, muitas utilizadas por mim no Executive Coaching, para garantir seu plano de aprendizagem contínuo. Escolha as que fazem sentido para você, pegue seu #Cadernodevocê e crie um plano de ação! 

Vamos lá! 

 

Tenha um caderno de insights. Recomendação básica, né? Mas você de fato já experimentou ter o que chamo de "Caderno de Você", um local para depositar suas ideias mais bacanas, planos e quaisquer coisas que pipocarem na mente? É a melhor maneira de reter ideias e desenvolvê-las! Apenas faça por algumas semanas e depois venha me contar, vai!? 

 

 

Faça pequenos treinamentos online. Para ir se reciclando, aprender coisas que não fazem exatamente parte do seu escopo de trabalho, dar o primeiro passo em uma nova área... Cursos online costumam ser mais baratos -- muitos até de graça -- e resolvem bem num nível superficial. Tente, por exemplo, os da plataforma Coursera. E, claro!!! O meu Curso de Como Formular e Planejar Metas, que está aqui, um passo para iniciar no coaching e na organização. 

 

Delegue o que puder, pergunte a quem sabe. Várias histórias sobre Henry Ford estão aí para ilustrar o básico: você não precisa saber tudo, precisa se cercar de pessoas que saibam e façam por você. E não é preciso ser multimilionário para isso, basta perguntar a quem sabe, assuntar, ler. Informe-se com os especialistas e economize nos erros. Microgerenciamento é perda de tempo - cerque-se dos melhores, faça parcerias! 

 

Qualquer lugar é lugar de aprender: pode ser com audiobook, um app novo ou um TED. Aliás, veja mais TEDs. Está tudo ali, disponível e variado, para saciar sua necessidade de se atualizar. Pesquisas das mais diversas são apresentadas nesse formato que entretém e informa e que pode, portanto, ser encaixado em momentos mais relax, como fins de semana. Salve seus preferidos numa playlist e delicie-se.

 

Faça uma seleção de leituras para "preencher buracos". A mesma lógica dos TEDs, só que aplicada a textos. Aqui, falo de artigos de blogs, notícias e afins que você salva em uma aba especial para ler nos intervalos que tiver, tipo espera no dentista, sabe? Toda hora é hora de conhecimento.

 

Leia um livro por mês. Muita gente lança desafios de ler um livro por semana e tal, mas isso pode se tornar uma cobrança imensa e improdutiva. Em vez disso, pense em ler um por mês. Uma dica é alternar obras técnicas com outras ficcionais, que ampliem sua visão de mundo. Eu, Bru, leio vários de estilos diferentes ao mesmo tempo, porque assim nunca fica entediada, o que funciona para você? 

 

 

 

Aposte nos audiobooks. Pergunte a qualquer especialista em produtividade e ele indicará que você ouça livros e podcasts. Simples: dá para fazer outras coisas enquanto isso. Ótima pedida para quem passa muito tempo no trânsito ou é adepto das caminhadas.

 

Brinque com novas tecnologias. Pare de invejar o aprendizado rápido das crianças e faça mais como elas, que simplesmente vão "fuçando" nos aparelhos e aplicativos para aprender a lidar com eles. Tão melhor que nem tentar já que não vai conseguir, né? Teste novos apps nem que seja por diversão, começando por temas que são de seu interesse genuíno. 

 

Faça/leia resumos de livros. Ler é bom, anotar o que leu é ainda melhor. Está comprovado que escrevendo nós absorvemos melhor o aprendizado, não é à toa que nos tempos da escola sua professora pedia para que fizesse resumos de livros. Pode ser no bloco de notas mesmo ou no seu caderno de insights.

 

Desafie-se a aprender algo novo. Em curso, em leitura ou só na prática, aqui importa menos o "como" e mais o "o quê". Esteja sempre aprendendo alguma coisa nova e veja seu cérebro evoluir -- sabe aquilo de estimular novos caminhos cerebrais, é assim que funciona! Aprender línguas é sempre uma boa ideia.

 

Frequente lugares diferentes, fora do óbvio. Como complemento à dica anterior e às leituras, tente ir a lugares novos. Museus e cinema são excelentes, mas também vale restaurante, parque... Tudo o que estimule seus sentidos e seu cérebro, o aprendizado está no olhar curioso.

 

 

 

Escolha bem seus cursos. Fazer aperfeiçoamentos, cursos rápidos e de pós-graduação é maravilhoso, mas pode ser dinheiro jogado fora se você não se dedicar a absorver o conhecimento também fora de aula. Também avalie o que de fato você terá de retorno com essas formações adicionais e em quanto tempo recuperará seu $. Tudo isso para planejar seu aprendizado contínuo, trazer isso à consciência. Às vezes é mais jogo ler o livro sobre um tema antes de se matricular num megacurso sobre ele, sabe...

 

Aliás, uma dica antes de sair adotando todas as ideias deste texto é planejar bem a sequência de aplicação, para que elas sejam absorvidas no seu cotidiano e que seu aprendizado seja, de fato, contínuo. Melhor aplicar uma dessas práticas e fazer dela um hábito do que se empolgar com todas e não levar nenhuma para frente.

 

 

Então, mãos à obra! Bora criar um plano de aprendizado que funcione para você! Sem mimimi, os executivos são ocupadérrimos e conseguem, você também pode! A coach está aqui para te ajudar! 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload